"SERIEDADE E TRANSPARÊNCIA" - Assessoria completa para cidadania italiana.

Todos Posts da Categoria: Informações sobre a Itália

Festival do sorvete em Florença

Festival do Gelato a Firenze ( gelato festival)

Acontece na Itália, em Florença, capital da região da Toscana de 17 a 26 de maio de 2013 o festival do gelato ( sorvete). Não é uma coincidência que a Firenze Gelato Festival nasceu na capital da Toscana. O sorvete nasceu nesta cidade, em 1536 nasceu ali Bernardo Buontalenti. artista de muitas faces, pintor, escultor, arquiteto, cenógrafo, icante de armas a serviço dos Medici também cuidou da organização das festividades do tribunal. Encomendado por Cosimo e  acompanhou a preparação do banquete inaugural da Fortaleza de Belvedere em 1559 Buontalenti, quando surpreendeu os clientes com um creme frio feito com uma base de leite, mel, gema de ovo, bem como um toque de vinho, aromatizado com bergamota, limão e laranja árvores. Assim, o frio saboroso doce foi provado e saboreado por convidados internacionais, os governantes de Florença, que não demoraram a divulgá-la e propô-lo para retornar ao seu país. Em poucas décadas Florenca tornou-se famoso por ser o berço do sorvete, lançando as bases para uma tradição que ainda goza de sucesso no campo da culinária.

Ler Mais

FESTA DELLA LIBERTÀ IN ITALIA

25 ABRIL- FESTA DELLA LIBERTÀ IN ITALIA

Em 25 de abril na Italia comemora-se a  "Festa della libertà", aniversário da libertação da Itália da ocupação pelo exército alemão e o governo fascista teve lugar em 1945. E, portanto, é importante  dedicar este post, para relembrar a data que   marcou um ponto de desenvolvimento importante para a Itália.
Após a libertação da Itália dos nazistas, grupos políticos da resistência reconstruíram o novo Estado italiano. Um novo Estado baseado na democracia e no respeito pela liberdade. Esta era originalmente a idéia do Estado italiano.

Todos os anos em várias cidades italianas são organizadas marchas e manifestações para celebrar e lembrar a festa da libertação. Turim e Milão foram libertados em 25 de abril de 1945: essa data foi considerada a data simbólica da libertação de toda a Itália pelo regime fascista e, na verdade, chamado Dia da Libertação que é comemorado todos os anos em todas as cidades de Itália.

As tropas aliadas chegaram à cidade principal, em seguida, liberada no dia seguinte. A libertação de algumas cidades, incluindo vários centros industriais de importância estratégica realmente, antes da chegada dos Aliados permitiu o avanço destes mais rapidamente e foi muito menos dispendioso em termos de vidas e suprimentos. Em vários casos ocorreram combates dramáticos na rua, os sobreviventes do exército alemão e os die-hard fascista República Social Italiana, demitido escondido em vários edifícios ou telhados ou torres contra guerrilheiros e civis. Entre as duas facções teve lugar batalhas reais (como em Florença, em Setembro de 1944), mas a resistência foi reduzida a uma guerrilha desorganizada, por exemplo em Piacenza e Parma.

Em 25 de abril, Dia da Libertação: nesse dia,  homens e mulheres de todas as idades morreram, para garantir aos italianos os direitos democráticos do que os cidadãos italianos tem atualmente. 
 
Ler Mais
152 anos da Unificação da Itália

152 ANOS DA REUNIFICAÇÃO DA ITÁLIA

152 ANOS DA REUNIFICAÇÃO DA ITÁLIA

17 de março, domingo, foi comemorado 152 anos da reunificação da Itália. O país está vivendo um momento particularmente complicado economicamente e o Presidente da República, Napolitano, faz um apelo para que seja encontrado um ponto comum visando os interesses gerais da nação. Em várias cidades muitas comemorações, concertos e visitas a monumentos históricos.

Resumo da História da  Reunificação: Em meados de 1800 a Itália não era unida como a conhecemos hoje, e sim dividida em pequenos Estados: o Reino da Lombardia-veneza, Reino da Sardenha, Os Estados Pontifícios, Reino das duas Sicilias, os Ducados de Modena, Massa Carrara, Lucca e Parma e o Grão Ducado da Toscana. A maior parte dos terrotórios do norte e do centro, com exceção do Reino da Sardenha, que era governado pelo Rei Victor Emmanuel, foram submetidos a Austria. Esta situação fez com que a Itália se tranformasse em uma península economicamente atrasada em comparação com os outros países europeus da época. E foi nesse clima que começou o Ressurgimento, que foi o período em que os habitantes da Península deram origem a iniciativas para uma reunificação e foram então chamados "patriotas". Essas idéias de libertação não podiam circular livremente e os patriotas se reuniam em sociedades secretas. A principal delas foi a "Carbonari" chefiado por Chiavano Carbonari, que realizavam suas atividades escondidos para evitar a prisão. De todos os patriotas, faz-se menção a Pellico, o escritor de "As minhas prisões", história da época em que foi aprisionado pelos Austríacos e Giuseppe Mazzini, que fundou a "Itália Jovem"  enquanto estava no exilio na Espanha, com o objetivo de ser uma organização independente em prol de uma Itália Republicana. A reunificação não foi um movimento pacífico. Houveram muitas revoluções e batalhas, e esta só foi conseguida após três guerras, em 1848, 1859 e 1861 quando foi declarada Torino como Capital do Reino da Itália. Mas ainda não estava compeltamente livre, faltava a regiãop do Veneto e o Lazio. A terceira guerra da independência em 1871, quando a capital foi transferida para Roma foi assim completado o processo de reunificação e divisão em Estados e Regiões.

Ler Mais
italia246811

DIA DA BANDEIRA DA ITÁLIA

DIA DA BANDEIRA DA ITÁLIA

O dia nacional da bandeira italiana é comemorado em 7 de janeiro por  motivos históricos e políticos em toda a Itália há 17 anos e conhecido como " Festa Tricolor ".  A composição da bandeira  nasceu da idéia, em 1794, de dois jovens patriotas, estudantes da Universidade de Bolonha, Giambattista De Rolandis e Luigi Zambon. O objetivo deles era incitar uma revolução contra o governo da época administrado pelos pontífices. Depois de uma denúncia eles foram capturados, torturados e mortos. Em 11 de abril de 1848 a bandeira tricolor, com  consentimento do soberano Carlo Alberto di Savoia foi reconhecida como emblema nacional, tendo em seu centro o brasão nacional " savoiardo", naturalmente. Foi propagado por Giuseppe Garibaldi em sua expedição no rio Volturno. A bandeira italiana permaneceu assim até a partida de Umberto II em 1946 para o exílio. A bandeira sem o brasão " savoiardo" com as cores atuais  é a mesma do simbolo da Reppublica projetado por Paolo Paschetto de 1948. Desde 1982 o partido do movimento social italiano de direita nacional começou a celebrar com uma " Festa do tricolor", este era o nome como ficou conhecida a iniciativa da primeira edição em Mirabello na provincia de Ferrara. O dia da Bandeira foi inserido na lista de comemorações nacionais pela lei 671 d 31/12/1996, pela vontade do então  Presidente da Republica Carlo Azeglio Ciampi e o regulamento sobre seu uso se encontra no Dpr apr.2000 n.121.

Ler Mais